Receita de Moqueca de Banana por Neide Rigo


Vamos começar bem a semana?

Iniciamos então nosso festival de receitas, para inspirá-lo a cozinhar mais em casa, comer de forma mais saudável e com menos dependência de carne.

A convidada de hoje no Nosso Quintal é a Neide Rigo, nutricionista e autora do delicioso (em todos os sentidos) blog Come-se.

Ela nos recomenda a receita vegetariana de Moqueca de Banana. Bem brasileiro, diferente, lindo e prático. Ótimo para surpreender os amigos com um jantar original sem carne.

Obrigada, Neide!

***

MOQUECA DE BANANA

1 colher (sopa) de óleo de urucum – e só aquecer em banho-maria um pouco de óleo ou azeite com sementes de urucum, à venda em lojas de tempero, até soltar o pigmento, e peneirar.
1 cebola grande picada
1 pimentão verde picado
1 pimenta dedo-de-moça sem sementes picada
3 tomates sem sementes ou pele, picados
Sal a gosto
4 bananas cortadas em pedaços (usei 3 pratas e 1 figo)
Coentro ou salsa picada a gosto (usei salsa, era o que tinha)Aqueça o óleo numa panela de barro e refogue a cebola até amolecer. Junte a pimenta, o pimentão, o tomate e o sal. Quando o pimentão estiver macio, junte as bananas e cozinhe por 1 minuto ou só até aquecer. Prove e corrija o sal, se necessário. Junte a erva escolhida e sirva com arroz (se for integral, melhor ainda).

Para fazer mais rápido, refogue tudo junto e use uma panela de aço inoxidável. E se não tiver óleo de urucum, use o que tem em casa e, do mesmo jeito, vai fazer um belo refogado de banana.Rende: 2 porções

Visitem o blog da Neide Rigo para mais receitas fantásticas como essas!
About these ads

3 thoughts on “Receita de Moqueca de Banana por Neide Rigo

  1. O Jonathan nao gosta de banana, mas eu adoro. Como ele está viajando, vou fazer essa receita hoje a noite, com todo carinho para mim mesma! :)

  2. Pingback: O que cozinhamos pro desafio de julho « do Nosso Quintal pro Mundo

  3. Neide, descobri que temos as mesmas afinidades, pois adoro plantas e plantar, colher e preparar, me tornei sua fã, pois noto seu interesse em resgatar o que está desaparecendo ,em preparar o inusitado, e vc é o máximo, sem contar que nos gdes.centros as pessoas passam em praças e quintais c/plantas que nem sabem o que são e p/o que servem e deixam perder tudo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s