Será que “essa tal de sustentabilidade” pode espantar faxineiras?!


Daí que arranjei uma nova ajudante para limpar a casa. Não estava dando conta de manter a casa limpa a em ordem como merecemos, por conta de tantos compromissos, planos e, claro, por causa da gravidez! :P

A Dona Maria (sim, não é nome fictício, é o nome dela mesmo, típico e promissor!) é ótima! Daquelas que limpam dentro dos armários e empilham os sapatos enfileiradinhos, em a gente pedir!

Mas acho que ela ficou um pouco assustada conosco. Primeiro dia, eu lhe digo que quase não usamos produtos de limpeza. Que ela pode limpar tudo com água e sabão, usar bicarbonato em vez de multiuso e minha mistura de óleo de eucalipto, bicarbonato e vinagre como desinfetante. Se ela quiser, acrescento, pode pingar umas gotas dos vidrinhos de essência natural para deixar a casa perfumada. Ela olha para mim desolada: Você não usa nem Veja?! E água sanitária, não tem?!

No fim do dia, ela pergunta se pode levar pro lixo todas aquelas bugigangas em caixas plásticas. Não precisa, Dona Maria, é lixo reciclável, assim que o carro voltar da oficina vou levar pro ponto de coleta. Mas não vai ficar cheirando azedo?? Ela desconfia. Não, eu juro que lavo um a um! Defendo-me eu. Mas fico encucada; ela tem alguma razão: é bom desfazer-se dos resíduos recicláveis semanalmente, e preciso arranjar uma cortininha para esconder a feiúra dessas caixas cheias de embalagens vazias.

No outro dia, vem a prova final: Carol, o que são essas caixas lá na área? Ela pergunta meio chocada. Ah, é um experimento, um minhocário, Dona Maria. Para a gente ver se essas minhocas comem o nosso lixo e produzem terra pro jardim. Ah, tá…..

Bem, até agora ela não desistiu de mim. :D Mas sempre que entro em casa depois que ela fez faxina, tenho de abrir todas as janelas, porque ela joga muita essência mesmo, acho que pra se assegurar de que a casa fica com cara de limpa como ela está acostumada. :)

Obs.: Não consegui descobrir o autor da imagem, se alguem souber me avise para eu dar os devidos créditos, ok?

 

About these ads

3 pensamentos sobre “Será que “essa tal de sustentabilidade” pode espantar faxineiras?!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s