Dona-de-casa.com : o charme e a sustentabilidade do feito-à-mão


Impressionante a maré de blogs sobre casa, decoração, culinária e artesanato que surgiu nos últimos anos. Parece que as mulheres afinal têm assumido a sua veia dona-de-casa, após um período de repressão por causa de um feminismo equivocado.

Eu sou contra o feminismo. E sou contra o machismo também. Nem um nem outro: a mulher e o homem têm o mesmo valor e são complementares. Aparentemente, com o esforço de buscar por condições iguais que os homens, as feministas negaram parte de sua feminilidade. Mas não tem jeito, em todas as culturas, tanto as patriarcais quanto as matriarcais, a mulher é responsável por cuidar da casa, da roça, enquanto o homem sai para caçar, explorar e defender o terreno. Um padrão tão constante só tem de significar que é algo da natureza dos gêneros, mesmo.

Agora, em pleno séculoo XXI, as mulheres estão numa fase de libertação. A maior parte delas trabalha fora, mas nas horas livres dedica-se com gosto a arrumar a casa, cozinhar, bordar e, claro, visitar os blogs das comadres.

E há também a revelação dos homens que, com as mulheres mais ausentes da cozinha, descobriram que também são capazes de comandar o fogão – e, diga-se de passagem, na maior parte das vezes com maestria!

E o que isso tudo tem a ver com sustentabilidade? Simples, o retorno ao "feito à mão". Como uma reação à produção em grande escala, à homogeneização dos produtos industrializados, mais e mais pessoas estão se atraindo por fazer a própria comida, consertar a própria roupa, personalizar sua casa, etc. Se há algumas décadas previa-se um futuro sombrio em que almoçaríamos cápsulas alimentares e vestiríamos roupas prateadas sem identidade alguma, o que tem acontecido é um renascimento das habilidades da vovó.

Por uma questão de escala, as coisas feitas manualmente tendem a gerar menos impactos ambientais. Os resíduos são mais facilmente reaproveitados, diminuem os custos de transporte, há menos desperdício. E você ainda aprende a expressar sua personalidade naquilo que faz e descobre que não depende de dinheiro para tudo!

A seguir dicas de sites que celebram essa tendência (quem tiver mais dicas, mendem q a gente posta!)

donossoquintal.wordpress.com (hehe 😉
http://blogsupimpa.wordpress.com
http://peripeciasdalu.wordpress.com e http://peripeciasnacozinha.wordpress.com
www.rainhasdolar.com
moldandoafeto.wordpress.com/
www.mangacompimenta.com
www.casadamaris.blogspot.com
regina-ribeiro.blogspot.com

vejam também o Manifesto do blog Moda Supimpa: http://blogsupimpa.wordpress.com/o-manifesto-feito-a-mao/

Vida longa ao artesanal!

2 thoughts on “Dona-de-casa.com : o charme e a sustentabilidade do feito-à-mão

  1. Até a pouco tempo existia um preconceito grande contra o ambiente doméstico. Chegava a ser ofensivo dizer que a mulher era dona de casa. Eu lembro até de uma época em que as amigas da minha mãe foram estudar inglês, oq seria ótimo se nao fosse *apenas* para depois elas dizerem que “estudamos inglês, somos muito mais que donas de casa”. Num mundo cada vez mais egoísta, as pessoas nao aceitam a ideia de que outra sente prazer em se dedicar a família, a casa, administração do lar em geral.
    Ainda bem que muita coisa está mudando e hoje eu posso, por exemplo pedir flexibilidade de horário no serviço pq preciso de tempo para cuidar da minha casa também… e posso ler uma variedade de blogs legais como o seu e esses que vc indicou. Estamos vivendo tempos melhores, com certeza.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s