Nossos avós e a sustentabilidade


Este slideshow necessita de JavaScript.

Oi, moçada.

Lembra que no início do mês de agosto colocamos um desafio de assistir menos TV? Pois é parece que o pessoal não gostou muito da idéia mas mesmo assim vai uma dica.

Escolha um domingo, assim você fica livre da “espetacular” programação da TV. Pegue seus avós e ou seus pais e os leve a um museu. Nós escolhemos o Museu de Artes e Ofícios em BH. Gente, o lugar é 10 ! O museu fica na Praça da Estação e cobra uma pequena taxa de R$ 4,00, com meia entrada para estudantes e maiores de 60. Além de possuir uma excelente infra-estrutura com funcionários muito atenciosos, conta com um acervo muito rico, não perdendo em nada para os museus dos países de “primeiro mundo”. Para quem tem suas origens no campo, ou cujos avós nasceram ou moram em uma cidade do interior, esse museu é ainda mais interessante, relembrando as histórias das coisas e como eram usadas no dia-a-dia.

Eu e a Carol levamos os meus pais. Eles gostaram muito. Meu pai principalmente, ficou contando como se usavam os objetos e relembrando de passagens inusitadas da sua infância em Coqueiral, no interior de Minas Gerais. Muitos dos objetos expostos no museu são peças comuns do dia-a-dia da vida no campo. Desde o carro de boi passando pelas rodas d’água até o fogão de lenha, tudo encanta.

Para nós que vivemos nas cidades grandes acostumados com todas as facilidades, o passeio faz despertar um sentimento de admiração pelos nossos avós e pais que enfrentavam todas as dificuldades de uma vida simples, modesta, mas feliz e sustentável. Eles não tinham televisão, mas tinham as violas, as sanfonas e os terreiros. Não tinham Mc’Donalds e enlatados, mas tinham o queijo, a rapadura e a comida fresca sem agrotóxicos ou conservantes.

Para quem já conhece o passeio é uma volta ao passado. Para quem não conhece como as coisas eram feitas no passado, o passeio é uma descoberta e tanto.

Aos que se animarem a fazer o passeio, convidamos a fazer uma reflexão sobre os conceitos de sustentabilidade tão comuns no estilo de vida dos nossos avós. Eles nem sequer sabiam o que é sustentabilidade, mas viviam em harmonia com o meio ambiente com felicidade, sem estresse e sem poluição.

Bom passeio.

One thought on “Nossos avós e a sustentabilidade

  1. Bom, eu levava minhas filhas em Museus desde os 2 anos de idade. elas que o digam.
    Mas este Museu aí de BH eu adorei e “minha praia” foi a área de tecelagem e costura. Sem dúvida um passeio muiiito legal.

    Sem TV!!
    Abço
    LU

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s