Fraldas de pano, a grande questão!


Sogras, cunhadas, avós, todas dizem – e minha mãe gostaria de dizer, se não conhecesse minha teimosia :D : …mas as fraldas descartáveis são muito mais práticas!!

Elas têm razão. Fraldas descartáveis são mesmo muito práticas, isso não tem como negar. Tirar a fralda com xixi ou cocô e jogar direto no lixo…e o lixo que se vire. É a solução perfeita. Assim como, aliás, nos habituamos a pensar – ou não pensar – ao escolhermos copos, talheres, pratos, guardanapos e embalagens descartáveis.

Ou melhor, seriam a solução perfeita, não fosse o fato simples e fatal: vivemos num planeta finito. A disponibilidade e baixo custo do plástico – pelo menos como conhecemos hoje, o de petróleo – não vai ser para sempre. E o problema de dispor lixo é cada vez maior – você sabia, por exemplo, que na cidade de São Paulo o lixo percorre de 15 a 30 km até seu destino final? Em cidades litorâneas o problema é cada vez maior: na Baixada Santista cogita-se subir a Serra do mar com o lixo, pois está difícil licenciar novos lixões (ou “aterros”) em áreas remanescentes de mangues e restingas.

E você sabia que um bebê usa cerca de 5.500 fraldas descartáveis até o desfralde, e que elas levam cerca de 450 anos para se decomporem?! Ou seja, vai-se você, o bebê, o filho do bebê, o neto dele, o tataraneto….e as fraldas de cada geração só vão se acumulando….imaginem só que montanha de fraldas!!

Bem, como eu e o Dan estamos empenhados de verdade numa vida mais sustentável, para dar nossa contribuição de um futuro melhor para a Julia (que vai nascer daqui a quatro meses), não podemos fingir que esses problemas não existem. Então temos considerar seriamente a opção de fraldas reutilizáveis, ou biodegradáveis.

Mas nossa vida é bem corrida, e confesso que já estava desanimando dessa idéia, até conhecer o grupo de e-mail fraldadepano. Lá ouvi de mães de verdade, que trabalham como eu, que fraldas de pano são viáveis. Estou conhecendo vários nomes, marcas e lojas, e logo vou passar para vocês aqui no blog. E, claro, pretendo experimentar algumas marcas e compartilhar com vocês o que dará certo ou não em casa, com a Julia.

Desejem-me boa sorte! :D Por enquanto, vou deixá-las com o ótimo depoimento da Laura Morgado, mãe da Maitê :)

Inspiração via Pinterest: eco-baby

About these ads

9 comentários sobre “Fraldas de pano, a grande questão!

  1. Oiii !

    Vim aqui também me pronunciar, rsrs quando meu menino nasceu,ou melhor antes, minha grana tava curta e então minha mãe disse :- vamos fazer umas fraldas de pano!
    Putz, pensei eu, fazer fraldas de pano?..to regredindo..!! mas aí ela disse eu criei vcs com fraldas de pano e nem era esse tecido legal que tem agora.., e ninguém morreu por isso..e também não vai ter mais lixo no mundo- falou com firmeza..ela é toda ecologicamente correta..srsrsr
    bom, então pensei é mesmo..e fizemos as fraldas , eu costurei elas e tudo..ficou muito bom..porque eu me dediquei e vi como é de verdade ser mãe..rsrs lavando as fraldas e ver elas todas estendidas no varal..se lembro da até saudades..
    Meninas apoiadas no uso das fraldas..
    se organizem na quantidade..pois vai muito rápido..acho qeu fiz umas trinta na época..e umas maiores também..
    ( outra coisa que eu naõ usei foi os lenços umidecidos, pois o samuel era alérgico-só percebi depoois de umas duas ou tres vezes da bundinha toda vermelhinha..rsrsr)
    bjs

  2. esqueci de dizer, meu menino tem hoje nove anos..não faz tanto tempo assim..né?!
    (comprei fralda em metro, tinha desenhos lindos)

    • é Carol a mãe é fã de coisas naturais chás, sucos(de luz) e saladas, lixos separados..(tem um cuidado com pilhas e lampadas) é toda limpeza paradas ruas e tal..sempre está empenhada em alguma coisa do tipo (sempre coisas qeu pode economizar ela economiza-tem que ver – nunca deixa água correndo, mesmo antes quando não pagávamos a água(não lembro porque) – ela sempre dizia que um dia pode precisar dessa água não era pra desperdiçar)e eu peguei muitas coisas dela graças a DEus… rsrsrs

  3. oláaaa, que as fraldas descartáveis são mais práticas é indiscutível.
    Mesmo assim, não vejo nenhum problema em usar as fraldas de pano. Eu usei de pano no “século passado” (hihi) e ainda por cima passei as do meu irmão caçula com ferro de brasa. Voces sabem o q é isso? Já sentiram o peso do ferro? Não morri, não fiquei mais feia, não aconteceu nada. Muito pelo contrário, acho q foi uma experiência muito legal.
    E por isso mesmo respeito sua opinião Carol. Ai, my God, acabei de descobrir q sou do século passado!!!!!!
    vó da Júlia

  4. Carol, tudo bem? Só pra situar, sou a Bruna, da igreja, que te conheceu no ICLEI. Amei seu blog. Ele me deu ideias para projetos futuros. =)
    Minha sobrinha tem 1 ano, e na época do nascimento dela vi essas opções de fraldas de pano, mas só havia em lojas do exterior e pela internet ( não sei se entregavam no Brasil). Pesquisei pouco porque minha irmã nem quis saber da idéia. Mas vi que o produto foi muito bem reformulado, em comparação com as que usei quando era criança. O esquema da fralda externa, com o recheio, também de pano, evita vazamentos, o que a mães mais temiam, antigamente (minha mãe dizia isso).
    Bom, a minha dica é para a lavagem desse recheio (a parte mais sofrida): colocar as peças de molho numa bacia com água morna a quente (não precisa ferver). A sujeira sai instantaneamente e praticamente sozinha, Os resquícios podem ser retirados ensaboando bem as peças com sabão de coco e esfregando levemente à mão. É realmente muito prático. Serve para qualquer mancha, até de pomada, que gruda mais. Usei luvas, também, porque minha pele é sensível. Depois desse processo, colocava as roupinhas, que são mais delicadas, num saco protetor de nylon (pode-se usar uma fronha, também, ou capa de travesseiro) e colocava na máquina de lavar, no ciclo rápido. As roupinhas ficavam limpas, cheirosas e mantiveram-se novas para outras crianças usarem depois. Acredito ser essa parte muito importante, também.
    Ainda hoje tenho lembrança daquele cheirinho delicioso das roupinhas cuidadas por mim. Como foi dito nos comentários anteriores, são sensações que perduram.
    Depois da experiência com a lavagem, que foi desmistificada, tenho a certeza que usarei fraldas de pano nos meus futuros pitiquinhos. =)
    Desculpe o comentário gigante.
    Abraços a vocês e parabéns pela iniciativa. Que Deus abençoe a Julia.

    • Bruna, que prazer recebe-la no nosso blog!! :D Adorei seu comentário e sua experiência! Me deu uma força a mais para experimentar as fraldas de pano! :)
      Qdo vier a Bh de novo nos comunique! bjos, e que Deus te abençoe tb!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s