Economia doméstica – ou sustentabilidade financeira


Há algumas semanas, uma colega do grupo Lares Ecológicos pediu dicas de economia doméstica, já que está saindo da casa dos pais. Este post é baseado na resposta que fiz para ela, porque certamente muitos outros leitores também desejam saber como precisar de menos dinheiro e poder poupar mais.

Aqui em casa, por motivos planejados ou não, reduzimos nossa renda para menos da metade nos últimos dois anos. Mesmo assim não passamos nenhum aperto, graças a Deus. Continuamos podendo viajar para visitar familiares, comer bem e planejar a chegada da Júlia sem problemas! Mas isso também tem a ver com o fato de levarmos uma vida pouco consumista e mais sustentável do que tínhamos há alguns anos.

Aqui vão minhas dicas principais que passei para o grupo, com links pra posts sobre o assunto. Dá para ver como ecologia tem tudo a ver com economia, não ? 😉

– Comprar menos roupas: comprando roupas e acessórios básicos a gente consegue uma infinidade de combinações e não fica escrava na moda. Tb procuro comprar tecidos que durem. Quando estiver enjoando do guarda-roupa, promova festinha de feira de trocas entre amigas. Todo mundo sai com novidades sem gastar.

– Comer menos carne: aqui em casa acho que compramos carne uma vez por mês, e consumimos atum com mais frequencia (têm ferro e omega 3, e é barato). Se vc ainda não é vegetariana, dá pra fazer uma transição legal apenas reduzindo bastante o consumo de carne. Temos receitas semi-vegetarianas no blog e um álbum no Pinterest para inspirar.

– Descobrir o que não é necessário: desodorante, multiuso, perfumador, amaciante, vidrex, etc. Uso só água, sabao, vinagre, bicarbonato, alcool e essencia natural. Rende muito!

– Reutilizar água: se vc tiver maquina de lavar, aproveita a água da lavagem para lavar o chão. Guarde água da lavagem de saladas pra regar plantas, etc.

Reutilizar embalagens. Não lembro a última vez que comprei tupperwares aqui em casa. uso agora potes de margarina limpos e tirada a tinta, vidros, etc. A gente compra muita embalagem boa, joga e depois vai comprar outras.

– Aprender a fazer você mesma: coisas de decoração, comida, costurar, consertar, vc toma um tempo aprendendo, depois pega habilidade e economiza muuito!

Tem muito mais coisas que podem fazer uma diferença, ainda que menor, como poupar energia e plantar seus próprios temperos. Idéias? Compartilhe nos comentários 🙂

Foto: gyti_46 (Flickr)

One thought on “Economia doméstica – ou sustentabilidade financeira

  1. Algumas dicas que pratico em casa:
    1. Não jogo fora aqueles pãezinhos que estão dormindo na geladeira fazem alguns dias. Coloco no forno, torro, bato no liquidificador até virar farinha e utilizo em receitas à milanesa.
    2. Sobrou frango do almoço? Faço uma canja no jantar
    3- Tem banana madura na fruteira? Passou do ponto? Faço uma geléia que fica uma delícia.
    4- Não compro temperos prontos. Leva só 1 minutinho para cortá-los fresquinho e na hora. Ganho no sabor e não como mais sal do que deveria.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s